home ↵

pesquisa nos arquivos →

história oral →

perguntas →

permissão para publicações ↓

MISSÃO

A Coleção Cesar Papa foi constituída em 2018 com o intuito de preservar e tornar acessíveis os registros da vida e obra do artista brasileiro Cesar Papa (1953-1990) à família, futuras gerações, amigos e pesquisadores. Viabilizada por meio da generosa colaboração das irmãs e sobrinhas assim como de doações de amigos do artista, o projeto tem organização de Laura Papa, sobrinha neta de Papa. Além disso, o acervo conta com um mapeamento das obras existentes e informações a respeito de seus respectivos donos.

OBJETIVO

O objetivo da Coleção Cesar Papa é de organizar, preservar, tornar acessíveis os registros relevantes à vida e à obra de Cesar Papa, incluindo: a) objetos relacionados à sua vida pessoal (documentos pessoais, fotografias); b) cartas enviadas por ou para ele (em papel, áudio ou vídeo); c) obras, estudos, rascunhos e registros de curadores, galerias, compradores ou indivíduos relacionados ao seu trabalho e exposições prévias; d) história oral; e) localização e mapeamento das obras remanescentes de Papa.

Também garante-se suporte na preservação e pesquisa, de forma a aprimorar e enriquecer as missões da Coleção.

ESTRUTURA

A Coleção César Papa é o resultado de 10 anos de pesquisa, sob organização de Laura Papa, sua sobrinha-neta, e grande parte é mantida com sua família em Brasília, Brasil. A Coleção é diretamente assistida por museólogos e arquivistas da Universidade de Brasília - UnB, que guiam os procedimentos de conservação e assessoram decisões de organização. Dados delicados são protegidos e direitos de reprodução e privacidade são respeitados; métodos de conservação são adotados. As obras catalogadas até o momento estão localizadas em Brasília - DF, Brasil, e novos itens são adicionados de acordo com autorização e interesse dos proprietários.

O acervo compreende cerca de 800 itens, que estão organizados em 4 eixos principais:

A. TRABALHO 218 itens ex.: o portfólio do artista, slides fotográficos e negativos de seu trabalho e convites de exposições

B. DOCUMENTOS 26 itens ex.: passaporte, identidade, carteira de habilitação, diplomas e certificados, assim como prontuários médicos

C. FOTOGRAFIAS 517 itens ex.: fotografias, slides, negativos e álbuns de fotografia

D. CARTAS 20 itens – escritas, gravadas e filmadas

E. MAPEAMENTO DE OBRAS 16 itens

Sobre o projeto Dear Cesar – querido Cesar

– nota de Laura Papa

A primeira vez que ouvi sobre Cesar, eu ainda era criança. Suas histórias me seguiriam até 2010, na Universidade.

Com o apoio de muitos, um grande projeto começou – sobre memória, sobre Cesar Papa e também sobre essa Coleção. Minha família abriu armários e corações, permitindo que eu reunisse objetos durante esses anos, que me forneceram uma base sólida para pesquisa durante minha Iniciação Científica em Museologia e meu projeto de graduação em Comunicação Social – Audiovisual. Na época, minha investigação tinha foco em 1) como objetos podem falar e produzir lacunas ao mesmo tempo, criando histórias acerca de uma vida com imagens e silêncios; 2) como eu poderia construir um retrato de/para um artista, tendo como ponto de partida os objetos reunidos: o que restou de sua passagem neste mundo.

No início de 2018, a Coleção Cesar Papa ganhou seus contornos. Comecei o trabalho minucioso de descrever, catalogar, digitalizar e preservar os itens reunidos, assim como buscar sistemas de torná-los acessíveis de maneira amigável ao público. Por meio desse profundo contato com cada um dos objetos, no ano seguinte, fui um pouco mais longe – deixando as informações e detalhes das fotografias e documentos me levarem onde eles foram originalmente produzidos. Saí de Brasília e fui a Recife e São Paulo, e também percorri o estado da Califórnia, nos Estados Unidos, terminando no México. Em Dear Cesar – querido César, documentei a jornada de encontrar aqueles que conheceram Cesar, assim como a de encontrar lugares e paisagens 30 anos depois, refazendo as fotografias uma vez produzidas pelo meu tio-avô.

A vida de César fascina não só a mim, mas a todos a quem já tive e tenho a oportunidade de contar um pouco do que pude conhecer ao longo dos últimos oito anos.

O tratamento dos arquivos

Proporcionando a história singular da vida e obra do artista brasileiro Cesar Papa numa plataforma amplamente acessível, o projeto apresenta quase 800 itens, como fotografias, correspondência pessoal, registros de trabalhos e exposições, material em áudio e em vídeo assim como um inventário das obras remanescentes de Papa com informações de localização e proprietários. O acervo digital, que continua a crescer à medida que novas colaborações de dentro ou fora da família chegam, é agora disponibilizado aqui, via Notion.