A CARBONO é um método simples e abrangente que usa o processo criativo para organizar o conhecimento e o aprendizado coletivo.

O método CARBONO nada mais é que processo criativo, puro e simples, aplicado de maneira coletiva. Mas para funcionar ao longo do tempo e fechar o ciclo, sugerimos que algumas premissas sejam observadas. Além disso, para rodar um projeto ou iniciativa existe um misto de gestão de conhecimento, gestão de projetos e gestão de comunidade. Na intersecção entre esses conjuntos está um ponto de partida para criar algo coletivamente.

@ Rodrigo Franco @2010-2022 Última atualização - agosto de 2022

Sobre

Navegue


FRAMEWORK

Como usar

  1. Entenda as premissas
  2. Entenda os campos criativos
  3. Verifique em qual momento (campo) seu projeto ou iniciativa está
  4. Configure as ferramentas iniciais de gestão e aprendizado
  5. Embarque todos em relação aos itens acima
  6. Inicie e marque o início
  7. Gere expectativa, compromisso e emoção
  8. Garanta ao longo do tempo: gestão do projeto (coisas), gestão de comunidade (pessoas) e gestão de conhecimento (informação)
  9. Tenha atenção para o momento de evoluir para outros campos

Ilustração do ciclo CARBONO

Ilustração do ciclo CARBONO

CAMPOS CRIATIVOS

Os campos são auto-explicativos:

  1. ENTENDER

  2. INSPIRAR

  3. CONCEBER

  4. APRENDER

Cada campo é uma mini-comunidade que discute a iniciativa dentro dele, auxiliada por moderadores. Ao final da iniciativa, no campo do aprendizado, deve haver dados sobre a evolução do projeto e também uma gestão de conhecimento sobre o que aconteceu. A colocação em etapas é para facilitar a compreensão, mas como se trata de um processo criativo, nem sempre ele começa pelo item "1". Em alguns casos as iniciativas poderiam entrar por outras fases, como INSPIRAÇÃO, por exemplo.

<aside> ➡️ Como saber o momento de mudar de campo: para fazer isso, é preciso observar se o momento é de divergência (geração) ou convergência (avaliação). Cada campo tem o seu momento de gerar informação e consolidar informação. Sugere-se mudar de campo quando houve uma convergência – síntese, decisão, escolha – do que deve ser parte do próximo campo. Por exemplo, é recomendado seguir para CONCEPÇÃO de parte das alternativas geradas em INSPIRAÇÃO e não todas.

</aside>


https://s3-us-west-2.amazonaws.com/secure.notion-static.com/d0ea075e-7c80-403c-bbbc-393da77e37c3/carbonoAsset_12x.png